O acesso a medicamentos essenciais a preços acessíveis é um dos grandes desafios de hoje em países de baixa e média renda. Ele foi reconhecido como tal nos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) e agora faz parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O relatório 2015 da ONU resumindo o progresso dos objetivos calculou a disponibilidade de medicamentos genéricos em países de baixa e média renda em uma média de 58% nos centros de saúde públicos e 67% nas farmácias privadas. Ainda assim, a disponibilidade não é o único desafio. Muitos dos problemas de qualidade e segurança em matéria de saúde pública são devidos a má gestão da cadeia de aprovisionamento. No entanto, os medicamentos são caros. Globalmente, estima-se que 25% do orçamento da saúde é alocado aos medicamentos. Em países com menos recursos, esse valor sobe para 30%. Compreender a cadeia de aprovisionamento de medicamentos do início ao fim, e ter habilidades práticas para melhorar o seu desempenho, são hoje faculdades essenciais para um grande número de profissionais em todos os níveis do sistema de saúde. Eles também são necessários para muitos gestores de programas de saúde que contêm um elemento de abastecimento. Este curso que abrange todas as etapas da cadeia de aprovisionamento de medicamentos e dá uma introdução às funções de gestão mais importantes (como são a garantia de qualidade e o monitoreo e avaliação) esta destinado para fazer isso. Além disso, faz ênfase especial na integração entre as atividades de aprovisionamento e o reforço global do sistema de saúde. O corpo de seu ensino está firmemente apoiado pelos muitos anos de experiência no aprovisionamento de medicamentos essenciais como parceiro de projetos de cooperação internacional pela ONG holandesa i+solutions.

Course programme

Muitos dos problemas de qualidade e segurança de saúde são consequência da má gestão dos produtos farmacêuticos. Razão pela qual, a Faculdade de Ciências de Saúde da Universidade Católica de Moçambique na cidade da Beira em parceria com iplussolutions com sede na Holanda está a introduzir pela primeira vez em Moçambique a disciplina Gestão da cadeia de suprimentos medicinais e produtos de saúde reprodutiva em Moçambique. Esta disciplina está disponível online, mas será ministrada em regime semi-presencial.

O plano do fundo está baseado no melhoramento do funcionamento de qualquer programa de saúde, tais como: a gestão da distribuição de medicamentos e produtos de saúde reprodutiva. Esta primeira fase estarão abrangidos todos os estudantes dos seguintes cursos: Farmácia; Administração e gestão hospitalar; Saúde pública e Análises clínicas e laboratoriais.

Para a materialização deste projeto contamos com a ajuda financeira Innovation Fund.